Antes de começar a ler a parte 2 do meu relato de viagem, recomendo que leia a parte 1 com minhas primeiras experiências e impressões sobre a Venezuela. Neste post falarei sobre as praias que visitei e comentarei uma a uma em ordem cronológica de visitação. Lembre-se, essa série de posts tem como objetivo disseminar minhas experiências para que possam a vir a ajudar outras pessoas que desejam visitar esta maravilhosa ilha que se chama Margarita, caso tenha alguma dúvida, sugestão ou correção, sinta-se a vontade em comentar ou entrar em contato.

Caribe

Situada em Altagracía, pequeno pueblo da ilha, muito parecido com uma cidade do interior e consequentemente sua praia principal também. Muito tranquila, limpa, o atendimento bom e sempre há cadeiras pra sentar com conforto. Em contrapartida, o mar é bem violento, mas há partes que são mais tranquilas que outras. O aluguel de um toldo simples com guarda-sol e duas cadeiras de praia ficou por 150 Bs., já o toldo com guarda-sol, mesa, 4 cadeiras comuns e duas cadeiras de sol fica por 250 Bs.

Playa Caribe

Almocei algumas vezes nesta praia também, tinha uma certa preferência por frango, incrivelmente a carne de ave da Venezuela é muito macia e saborosa. Me falaram que é o tempero, mas tenho minhas dúvidas, cheguei a comer uma que estava totalmente sem tempero e sal, mas mesmo assim, tinha seu sabor e maciez. De repente são os métodos alternativos de criação de lá, talvez com menos hormônios, hehehe.

Pedro González/Zaragoza

Pelo o que eu entendi, o que costuma dividir as praias em Margarita são as montanhas e morros. Nesta duas praias, aparentemente não tem nada que as dividam.

Eu particularmente gostei muito desta praia, um pouco mais cara do que o padrão, um toldo simples fica por volta de 250 Bs., mas há um bodégon (mercadinhos que vendem tudo, desde whiskies 24 anos, vinhos portugueses, cervejas, todo tipo de comida e besteira, e até roupas de praia), isso tudo bem na orla, além disso,e as bebidas são bem em conta.

A praia também conta com aluguel de jetski, caiaques e flyboard (propulsores de água) uma das coisas mais iradas que eu já vi. Abaixo segue os valores da empresa que oferece, a Zaragoza Water Sports:

  • Jetski: 700 Bs. / 20min, mesmo preço para uma ou duas pessoas;
  • Caiaques: 200 Bs. único - 250 Bs. duplo / 30min;
  • Flyboard: 1000 Bs. 10min de instrução e 20min de prática.

Playa Zaragoza

La Galera

Se situa em Juan Griego, também é muito tranquila e sua areia limpa. Recomendo para quem vai com crianças, a água é muito tranquila, se assemelhando inclusive a água de um lago, fica ao pé do Fortín de La Galera, tome um banho de mar, e depois suba para o forte, uma das vistas mais marcantes desta viagem.

Playa La Galera

El Yaque

Fica situada a 5min do aeroporto, é conhecida pelos seus ventos contínuos nos 365 dias do ano, e por isso atrai amantes do windsurf e kitesurf.  Além disso, é famosa por ser uma praia de luxo, muito frequentada por jovens.

Decidi ficar no Beach Bar Club, que parece ser bem popular, vi vários outdoors espalhados pela ilha. Tinha muita gente, afinal era 25/Dez, e infelizmente presenciei uma confusão generalizada onde inclusive uma pessoa saiu ferida. Mais tarde conversando com outras pessoas, todas se mostravam espantadas, afinal, El Yaque é luxuosa e teoricamente, segura.

Passado o susto, tranquilidade restabelecida, fui dar uma volta de banana boat. O passeio custa por volta de 200 Bs. por pessoa e demora aproximadamente 20min. Já o aluguel dos equipamentos de windsurf + instrução fica por 900 Bs. / 30min, o valor pode variar, só me informei  em um lugar, existem vários na orla.

Playa El Yaque

Aprendizado em El Yaque: “Life’s a beach!” !

Playa El Agua

Se assemelha à algumas praias do nordeste. Acredito que devido à preferência dos brasileiros por ela, tudo vendido lá é mais caro, recomendo não comprar nada (fora seu consumo de comida e bebida, é claro). O custo do toldo ficou por vola de 250 Bs. Praia aparentemente bem tranquila, Eu não indico esta praia, só para conhecer e dar uma volta, sentar e ficar por lá é complicado, além de ser muy lejos (muito longe, hehe), é famosa também muitos roubos e assaltos.

Playa El Agua

Punta Arena

Esta praia é a última (ou a primeira, como preferir) da ilha de Margarita. Fica no oposto de Pampatar (outro extremo). Muito longe, apesar de ter muita gente na areia, poucas pessoas na água. Me pareceu bem tranquila, a água é um gelo, aliás, com exceção de El Agua e El Yaque todas as outras praias as águas são bem gélidas (galho fraco pra 35° de sol).

Playa Punta Arenas

Parguito

Recomendaram muito essa praia a nós, e realmente ela é muito bonita e me lembrou o Rio de Janeiro, só que haviam muitas pessoas e nenhum lugar pra sentar. Quando enfim conseguimos um toldo, depois de 10min sentados, chegou um cara do nada falando que aquele lugar estava reservado… Tivemos que sair. E neste momento eu quero fazer um adendo, venezuelano tem um problema muito grande com reserva de lugares, ele bota uma sandália na barraca e diz que tá guardada, então prepare-se para o estresse de enfrentar situações desse tipo. Enfim, estresse passado, decidimos ir embora para a Playa Zaragoza. Se você gosta de praias agitadas deve visitar El Agua e Parguito.

Espero que a segunda parte deste relato possa ajudar você a decidir melhor quais praias conhecer. No próximo escreverei sobre os passeios que fizemos através de pacotes fechados: Isla de Cubagua, Jeep Tour, Islas de Los Frailles, Isla de Coche e nado com golfinhos no parque aquático Waterland.

Não se esqueça de ler a primeira parte do relato.